fbpx

Retiros de grupo

at Quinta Carvalhas

Retiros de grupo

at Quinta Carvalhas

Retiro de Verão – yoga & ayurveda (17 – 19 junho 2022)

UMA PAUSA PARA RECARREGAR AS ENERGIAS

 Através da ritualização da chegada do verão, convidamos-te a ter um momento de pausa, de silêncio, de escuta e de mergulho profundo na tua essência para que, assim, reconheças e celebres também a tua natureza cíclica.

Nessa celebração, terás a oportunidade de ser cuidado/a e nutrido/a, de desintoxicar e revigorar o corpo e a mente, encontrando o equilíbrio essencial para uma saúde plena.

Através de práticas de Yoga e de Ayurveda, serás conduzido/a por uma jornada transformadora de autocuidado e autoconhecimento. Tudo isso em um ambiente tranquilo, em que a natureza também exerce poder de relaxamento e cura.

Ao final do retiro, reconectado/a com a tua essência, poderás desfrutar do verão com mais energia, saúde e propósito!

Retiro do Mosaico (21 – 23 junho 2022)

Este retiro criativo, no bonito e inspirador cenária da Quinta Carvalhas, dar-te-á a oportunidade de explorar a absorvente e meditativa arte associada ao fabrico e confeção de mosaicos. A artista, Lucy Jackson, partilhará a fascinante e encantadora história dos azulejos em Portugal e dos mosaicos do mundo inteiro e guiar-te-á no processo de confeção de mosaicos, utilizando azulejos e cerâmicas partidas e explorando diferentes técnicas, metodologias e ferramentas. Para além de poderes fazer e construir a tua própria peça ou imagem de mosaico, terás a oportunidade de deixar a tua marca, acrescentando o teu trabalho a um mosaico de parede permanente no coração desta maravilhosa quinta portuguesa.

Retiro do tambor xamanico (19 – 21 agosto 2022)

Embarca numa jornada de três dias durante a qual irás aprender a construir o teu próprio tambor do zero. Permite que o processo de criação te transporte para outro tempo e outras dimensões, nas quais te tornas um com o tambor, o teu tambor, com o teu guia e companheiro.

Durante o fim de semana o João irá guiar-te através de vários rituais e práticas enquanto constróis a estrutura do tambor, a teia e as cordas e depois esticas a pele, sentindo seu peso, temperatura, textura, humor, disposição e aceitação. Dar à luz o nosso tambor é aceitar um renascimento em nós mesmos também, e tomar consciência de nossa natureza de viajantes em busca da melhor versão de nós mesmos.

Terminamos em festa, ouvindo o som de nossos tambores, sentindo sua vibração e ressonância, agradecendo e honrando a Mãe e o Pai Divinos, honrando a nós mesmos, nossa história, bem como o presente e caminhando em direção a um futuro brilhante e harmonioso.

também oferecemos
retiros privados